Como ter um relacionamento saudável

Se você está em um relacionamento amoroso ou se quer estar, é fundamental que entenda a importância do autoconhecimento para que você consiga ter uma relação plena e saudável.

 

Nesse artigo, você vai entender porque os conflitos surgem e como podemos fazer para aprender a lidar melhor com as diferenças nos relacionamentos, não só nos amorosos, mas de maneira geral.

Estamos aqui neste plano material e acredito que um dos nossos objetivos é nos conectar uns com os outros, evoluir e aprender com as nossas diferenças.

Imagine se todo mundo pensasse da mesma forma, tivesse as mesmas opiniões, os mesmos gostos, os mesmos pontos de vista? Certamente, o mundo e a cultura material não teriam evoluído tanto. O debate entre pontos de vista diferentes é válido e é o que nos faz refletir, aprender, evoluir e crescer.

 

 

Por que o conflito surge?

 

O que dá origem ao conflito não são os pontos de vista e opiniões diferentes, é você achar que a sua opinião, o seu ponto de vista é absoluto, é a verdade absoluta e querer que o outro acredite nisso. Podemos concordar e discordar, isso é normal, natural e podemos ter uma conversa amigável, um debate saudável, mas infelizmente a maior parte das pessoas preferem apontar o dedo, julgar o outro.

 

Antes de existirem os conflitos externos, primeiro nascem nossos conflitos internos. Quando não praticamos o autoconhecimento e não temos um diálogo aberto e sincero com nós mesmos, acabamos ficando com muitas questões mal resolvidas que vão se acumulando ao longo do tempo e acabamos despejando todo esse acúmulo nas pessoas que convivem com a gente.

 

Saber lidar com as diferenças é uma grande dádiva e, infelizmente, raridade nos dias de hoje. As pessoas querem falar do que acreditam, querem contar a sua versão dos fatos mas não querem ouvir o que o outro tem a dizer. Se você concorda comigo seja meu amigo, se não concorda pode virar o rosto se me encontrar pela rua. Seguimos intolerantes, incompreensivos, impacientes, agressivos e, principalmente inconscientes.

 

E nos relacionamentos amorosos não é diferente. Se não nos conhecemos o suficiente, também não conhecemos nosso parceiro e acabamos descontando nele todas as nossas frustrações e desgastando a relação. Aquele relacionamento retratado nos filmes com o “Felizes para sempre” não é real, não existe príncipe encantado. Idealizamos um relacionamento nos esquecendo de que somos seres humanos cheios de falhas e imperfeições.

 

Quando ainda estamos na fase da conquista queremos mostrar a nossa melhor versão, todas as nossas qualidades, e todo início de relação é maravilhoso. Mas nessa fase não conhecemos a pessoa de verdade e só conseguimos fazer isso com a convivência diária, por isso muitos casamentos acabam em separação. Mas calma, existe sim a possibilidade real de você ter um relacionamento saudável e pleno, e agora vamos falar de alguns passos para conseguir viver essa relação na prática.

 

 

Como ter um relacionamento saudável

 

 

1 - Praticar o Autoconhecimento

 

Como já falei anteriormente, você precisa se conhecer. Entender porque temos determinadas reações, porque nos incomodamos com certas atitudes, quais são os nossos valores pessoais mais importantes é fundamental para sermos mais completos e realizados.

 

Achamos que conhecemos o outro, mas o que ele sente dentro dele, o que ele passou, só ele sabe, por isso precisamos primeiro nos conhecer, nos entender. A pessoa com quem você está se relacionando não está ali para te completar, para preencher os seus espaços vazios, os seus buracos que foram criados lá na infância. Vocês estão na vida um do outro para dividir e compartilhar experiências, para se apoiarem, para dar e receber amor.

 

 

2 - Trabalhar a Aceitação

 

Para aceitar o outro como ele é, primeiro você precisa se aceitar. Saber que você tem limitações, pontos fortes e fracos, defeitos e qualidades, como qualquer outro ser humano.

 

Quando você consegue fazer isso é que você pode começar a respeitar e aceitar o outro como ele é.  Primeiro você se conhece, primeiro você se aceita, e depois você aceita o outro, nessa ordem. Se você não se conhece e não se aceita como é, nunca vai aceitar o outro.

 

Entenda que cada um tem a sua história, e é única. Querer mudar o outro porque ele tem que se encaixar no que você espera de uma relação é uma atitude egoísta e significa que você ainda não conseguiu se aceitar do jeito que é.

 

É muito importante praticar o amor próprio, aprender a caminhar sozinho e gostar da sua própria companhia porque aí você entra em uma relação íntegro, pleno, feliz e o outro está ali pra somar, pra compartilhar, e daí que nasce a cumplicidade, o respeito e o amor verdadeiro e maduro.

 

 

3 -Aprender a ser flexível e a ceder

 

Ceder para conquistar é uma regra de ouro nos relacionamentos. Quando você pensa verdadeiramente na felicidade do seu parceiro, você consegue facilmente abrir mão de determinadas vontades, em determinados momentos. É claro que o outro também deve fazer a sua parte mas se você está aqui lendo isso significa que quer melhorar o seu relacionamento e terá que fazer um algo a mais pra que tudo dê certo.  Então seja flexível, ceda em prol da felicidade do outro e não querendo algo em troca. É lógico que o outro também deve fazer a sua parte, mas quando você se compromete a dar o seu melhor também abre um espaço para que o outro possa dar o seu melhor.

 

 

4 - Ter diálogos abertos e verdadeiros

 

Muitos conflitos seriam evitados se as pessoas aprendessem a se comunicar de uma forma mais simples e direta. Especialmente as mulheres muitas vezes querem que o parceiro adivinhe o que elas estão sentindo, o que elas estão pensando e, geralmente, o homem pensa de uma forma bem diferente da mulher, e aí nasce o conflito. Vocês precisam conversar mesmo, trocar ideias, saber como o outro está se sentindo, saber ouvir o outro. Se algo te incomodar, não guarde pra você, fale com carinho, com amor. Conversem bastante, expressem o que vocês estão sentindo e o que esperam de uma relação, muitas vezes as suas expectativas são bem diferentes das expectativas dele e um não tem ideia do outro, então dialoguem sobre o que cada um considera importante em um relacionamento.

 

 

5 - Ter objetivos em comum

 

Vocês estão unidos como um casal e, apesar de terem gostos e opiniões diferentes, vocês podem e precisam ter objetivos em comum. Isso vai aproximar vocês em um nível mais profundo da relação, vai aumentar ainda mais o carinho, a troca e a cumplicidade. Vocês podem planejar fazer uma viagem por ano por exemplo, e aí essa passa a ser uma meta dos dois e vocês terão que planejar tudo juntos.

 

Você pode ter um relacionamento saudável, pleno e duradouro, basta se esforçar pra fazer a sua parte e entregar o restante nas mãos do Poder Maior, de Deus. Espero que essas dicas possam te ajudar na sua relação ou a encontrar o seu amor.

E antes de me despedir, quero te convidar para participar das minhas LIVES toda quinta feira, às 20 horas no meu instagram ou canal do Youtube. Falo sobre temas importantes para o nosso crescimento e felicidade. Te espero lá!

Me deixa saber o que achou do artigo, comenta abaixo! Sua opinião importa muito pra mim.

E me acompanhe lá no Instagram: @tatianabioncoach

Vou ficando por aqui.

 

Com amor e gratidão,

Tatiana Bion

Artigo publicado no Blog Guia da Riqueza

Compartilhe:




contato@mcinstitute.com.br

Rua Visconde do Rio Branco, 1630 Conjunto 1603 - Centro - Curitiba/PR - 80420-210

Resultado Consultoria

Copyright © MCI Mentoring Coaching Institute 2018. Todos os direitos reservados.