Inteligência Emocional - Como controlar as emoções

Você já deve ter ouvido falar sobre esse termo “inteligência emocional”. E o que seria exatamente ter inteligência emocional? É ter um maior controle sobre suas emoções e não deixar que elas exerçam poder sobre você. Meu objetivo com esse artigo é que você tenha consciência de algumas armadilhas emocionais que podemos cair e que saiba como controlar melhor as emoções. Vamos lá?

Antes de mais nada, o primeiro ponto que você deve considerar é que é normal sentir o que sentimos, afinal somos seres humanos, não somos robôs, e isso faz parte da nossa natureza humana.

O segundo ponto é que temos emoções boas, que nos fazem bem e emoções não tão boas, que nos fazem mal, como a raiva, a mágoa, a tristeza, a angústia. E é normal sentirmos essas emoções ruins também, o que não podemos deixar que aconteça é que elas exerçam o controle sobre nós.

Então vamos falar sobre as armadilhas emocionais que devemos ter cuidado.

 

Armadilhas emocionais

Abstenção. Evitar emoções dolorosas. Temos que compreender que não temos como evitar certos tipos de emoções dolorosas. A maioria das pessoas tenta evitar qualquer situação que possa levar às emoções que temem, ou pior, algumas pessoas tentam não sentir absolutamente nenhuma emoção. Por exemplo, se tem medo de se magoar em um relacionamento, começam a evitar de se envolver com alguém.

Negação - Negar as emoções. Um outro erro que as pessoas cometem é a negação. Preferem não dizer o que estão sentindo e muitas vezes mentem pra si mesmas. Quer manter as aparências de que está tudo na mais perfeita ordem. Experimentar uma emoção e tentar fingir que ela não existe, só cria mais dor. Tentar negar suas emoções não é a solução.

Entrega. Se entregar às emoções. Outra armadilha perigosa é se entregar às emoções completamente e acabar se tornando uma vítima. Fazendo isso, as pessoas intensificam as emoções e fazem com que elas se tornem pior do que realmente são e acabam atraindo cada vez mais esse tipo de emoção. Esse comportamento acaba se tornando parte da sua identidade, um meio de ser diferente.

 

Então como atingir o equilíbrio emocional e ser menos reativo e mais centrado?

É aí que entra a Inteligência Emocional, e tem 3 atitudes que você precisa começar a fazer imediatamente.

Como ter inteligência emocional

 

1 - Entender que tudo no Universo está mudando e se transformando constantemente.

E a primeira coisa que você precisa internalizar é que tudo muda o tempo todo. Basta olhar para a Natureza e perceber isso, os ciclos do dia e noite, as estações do ano. E fazemos parte da Natureza, estamos integrados a ela, então porque queremos permanecer no mesmo lugar, no mesmo estado? Nossa mente busca a zona de conforto, a segurança, e as mudanças não são muito boas pra ela.

Aceitar que tudo está em movimento, não viver preso ao passado ou ao que pode vir a acontecer no futuro e estar aberto a um novo ciclo e novas oportunidades é o primeiro passo para viver melhor com nossas emoções.

 

2 - Entender que a fonte das suas emoções é você.

Você é quem cria suas emoções. Nada tem significado, a não ser o significado que você atribui! A pergunta que não quer calar é: se você é a fonte das suas emoções, porque não se sente bem durante todo o tempo? É porque as chamadas emoções negativas estão tentando lhe transmitir uma mensagem.  Ou seja, pode ser que você esteja interpretando alguma situação ou alguém de forma errada.

E que mensagem é essa? Que o que você vem fazendo não produz o resultado que deseja, e deve mudar de curso. Talvez o sinal de ação de se sentir magoado esteja tentando lhe dizer que precisa mudar sua maneira de se comunicar, pra não voltar a se sentir magoado no futuro. Os seus sinais de ação tentam apenas apoiá-lo na ação para mudar a maneira como pensa, mudar a maneira como percebe as coisas ou mudar seus procedimentos para se comunicar. Se não mudar seu enfoque, nem toda a persistência do mundo dará resultado. Seus sinais de ação estão lhe sussurrando, talvez gritando, por meio da experiência de dor, que precisa mudar o que vem fazendo.

 

3 - Silenciar o seu interior, se desconectar da sua mente.

Sua mente pode se tornar seu maior aliado ou seu maior inimigo, dependendo da forma como você escolhe utilizá-la. A mente é ótima em nos contar historinhas sobre o que já aconteceu ou o que pode acontecer e se dermos ouvido a tudo que ela diz corremos o risco de ficar estagnados. Por isso, silenciar nossa mente de vez em quando é tão importante para a nossa saúde emocional.

Você precisa entender que a mente é só uma parte de você, ela não representa quem você é por inteiro. Você é um Ser Divino, feito de corpo, alma e mente. Somos seres holísticos e complexos. Silenciar a mente é sair do julgamento e se colocar na posição de observador dos seus próprios pensamentos. E uma ferramenta muito útil para isso é a meditação. Mesmo que você nunca tenha meditado, pode começar a experimentar os seus efeitos benéficos. Procure se desligar da forma, apenas fique em uma posição confortável, coloque uma música calma, feche os olhos e respire por 5 ou 10 minutos. Procure observar para onde seus pensamentos estão te levando sem fazer nenhum julgamento ou juízo de valor.

E por último quero te passar um exercício prático para que você faça no dia a dia, pode ser? A melhor maneira de entendermos nossas emoções e as mensagens que elas querem nos passar é através do autoconhecimento. Então, passe a se observar no seu dia a dia, observe suas reações, suas atitudes e comece a perceber os seus padrões de comportamento. Toda vez que algo te irritar, te incomodar, procure respirar fundo e se pergunte o motivo disso, faça isso todos os dias, todos os momentos, se retire da posição de julgador e se coloque na posição de observador de si mesmo. Depois volta aqui pra me contar o que aconteceu!

E antes de me despedir, quero te convidar para participar das minhas LIVES toda quinta feira, às 20 horas no meu instagram ou canal do Youtube. Falo sobre temas importantes para o nosso crescimento e felicidade. Te espero lá!

Me deixa saber o que achou do artigo, comenta abaixo! Sua opinião importa muito pra mim.

E me acompanhe lá no Instagram: @tatianabioncoach

Vou ficando por aqui.

 

Com amor e gratidão,

Tatiana Bion

 

Artigo publicado no Blog Guia da Riqueza

Compartilhe:




contato@mcinstitute.com.br

Rua Visconde do Rio Branco, 1630 Conjunto 1603 - Centro - Curitiba/PR - 80420-210

Resultado Consultoria

Copyright © MCI Mentoring Coaching Institute 2018. Todos os direitos reservados.